Só orgânicos
#

Por que escolher orgânicos?

É na infância que se formam os hábitos alimentares dos adultos. É nessa fase também que ocorre o maior desenvolvimento cerebral, formação das defesas e a maior velocidade de crescimento de um indivíduo.

Esses motivos por si só já justificam a importância de uma alimentação adequada, para que as crianças possam desenvolver o seu potencial máximo em termos de saúde e desenvolvimento.

É impossível falar sobre alimentação saudável sem incluir a presença dos alimentos orgânicos.

Alimentos orgânicos são aqueles produzidos sem a adição de agrotóxicos, hormônios, fertilizantes químicos ou produtos transgênicos. Além disso, a produção respeita o meio ambiente, evitando a contaminação da água, do solo, da vegetação local e até dos animais.

O Brasil ocupa desde 2008 o primeiro lugar entre os países que mais utilizam agrotóxicos, muitos deles proibidos em diversos países. Essas substâncias estão relacionadas com diferentes tipos de câncer, doenças autoimunes, depressão, diabetes, obesidade e uma série de outras afecções à saúde.

As crianças são as mais prejudicadas com isso, pois possuem um sistema imunológico ainda em formação e são mais sensíveis (pele mais permeável e absorção intestinal maior) às alterações causadas por essas substâncias tóxicas. Sendo assim, é muito fácil perceber a importância de incluir os alimentos orgânicos na alimentação das crianças (e nossa também!).

Os alimentos orgânicos possuem maior quantidade de nutrientes, como vitaminas e minerais, sem os malefícios das substâncias tóxicas, sendo fundamentais não somente na faixa etária pediátrica (onde ocorre o pico de crescimento e desenvolvimento cerebral), como para todas as idades. Além dos benefícios à saúde, os alimentos orgânicos diminuem o impacto ambiental e são uma ótima oportunidade de despertar a consciência ecológica dos pequenos.

Uma boa saúde anda junto com uma boa alimentação. Investir no uso de orgânicos (tanto para os pequenos quanto para os adultos) é uma excelente escolha!

 
Por: Dra. Bianca Mello Soto
Pediatra